Textos

AMOR REALIZADO

Toda noite ela vinha
A janela me sorrir
Se dizia prisioneira
Comigo queria ir

Eu a peguei em meus braços
E entre beijos e abraços

Eu lhes dei toda alegria
Satisfiz as fantasias
Que ela tinha do amor

Fui eu que de um
Sonho encantado
Fiz amor realizado
E lhe transformou mulher

Fui eu que nas madrugadas
Tão frias tão geladas
Te dei meu calor
Te dei meu amor

Agora você diz
Que vai embora

Diz que tudo não passou
De uma ilusão
E que nunca foi meu
O seu coração

Diz que nunca foi meu...
O seu coração...
Menina não
Nunca foi meeeu
O seu coração

Elivaldo Pereira
Enviado por Elivaldo Pereira em 10/02/2008
Alterado em 18/03/2012


Comentários